PAGAMENTO INSS

Como gerar GPS 2022 – Em atraso, GPS Online, Códigos, Boletos

Quer saber como gerar GPS 2022? Neste artigo iremos esclarecer os principais pontos que você precisa saber e, de início, informamos que o pagamento da GPS varia de acordo com cada caso.

Exemplo disso são os contribuintes facultativos, que somente devem realizar o pagamento da guia atrasada somente se o vencimento tiver ocorrido há menos de 6 (seis) meses.

Passado este período, o contribuinte deve contribuir novamente quando houver comprovação de que é um trabalhador ativo. Caso contribua sem comprovação de ser um trabalhador ativo, a contribuição não será contabilizada.

O que é GPS?

GPS é a sigla para Guia da Previdência Social, sendo um documento utilizado pelo INSS para recolhimento de contribuições dos trabalhadores.

A GPS deve ser paga, obrigatoriamente, por todos os trabalhadores, sejam eles empregados de empresas, autônomos, facultativos, avulsos ou domésticos.

Fique atento, pois não é sempre que o trabalhador deverá lidar com a GPS de forma direta. Abaixo, disponibilizamos um quadro explicativo para quem deve emitir o documento:

Empresa/empregador: Para funcionários registrados, temporários e para aqueles que atuam fora do país para a empresa/empregador.
Empregador doméstico: Para seus funcionários domésticos, através do Simples Doméstico, desde que o empregador não aufira lucros com o trabalho do funcionário.
Próprio contribuinte: No caso de autônomos como médico, dentista, motorista de aplicativo etc.
Facultativo: A emissão da GPS é facultativa para os que não possuam fonte de renda, tais como estudantes ou donas(os) de casa. Obrigatoriamente tem que ter mais de 16 (dezesseis) anos.

Como Emitir a Guia do INSS Online?

A GPS pode ser emitida de forma fácil pela internet. Abaixo demonstraremos o passo a passo:

– Clique no link http://sal.receita.fazenda.gov.br/PortalSalInternet/faces/pages/index.xhtml;

– Indique, dentre os módulos disponíveis, aquele em que você se encaixa;

– Indique a categoria;

– Informe o NIT, PIS ou PASEP;

– Informe os dados solicitados pelo sistema e confira atentamente os dados fornecidos;

– Clique em “gerar GPS”.

Como emitir Guia do INSS em Atraso?

Para ser um segurado da Previdência Social é preciso que o trabalhador contribua mensalmente ao longo do tempo em que trabalhar ativamente.

Essas contribuições são realizadas através da emissão da GPS. Os trabalhadores autônomos e correlatos poderão atualizar o pagamento a qualquer tempo, porém, o atraso não poderá ser superior a 5 (cinco) anos. Estando dentro dos requisitos, o trabalhador pode seguir o passo a passo informado anteriormente, lembrando que nos boletos constarão juros e atualizações.

Caso o atraso seja superior a 5 (cinco) anos ou caso o contribuinte queira quitar um período antecedente à data de cadastro na Previdência Social, será necessária a comprovação perante o INSS de que trabalhava ativamente na época. Caso contrário, não haverá contabilização desse período ainda que o trabalhador pague as contribuições.

Como calcular a GPS?

O site da Receita Federal calcula automaticamente a GPS no instante em que é realizada a solicitação da emissão da guia. Vale lembrar que o sistema não erra nos cálculos, mas falhas podem ocorrer, já que o sistema busca os dados fornecidos pelo próprio contribuinte.

É preciso ficar atento às informações e, caso seja necessária uma retificação, é preciso requisitar a RetGPS, que consiste na Retificação de GPS. Para isso, clique no link https://www.gov.br/receitafederal/pt-br.

Se você pretende calcular taxas de atraso das guias, tenha em mente que sobre o valor original é inserido o percentual de 0,33% a título de juros, contabilizados desde o dia do vencimento do documento. No caso de não haver atualização do pagamento, estes juros vão aumentando até o limite de 20% do valor original.

Como pagar a guia do INSS?

O pagamento da guia do INSS é realizado de forma simples, como se faz com qualquer guia/boleto, isto é, nas agências bancárias, casas lotéricas e internet banking.

Canais de Comunicação GPS

Se ainda possui alguma dúvida sobre a Guia da Previdência Social, entre em contato através de um dos meios disponibilizados no link https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/canais_atendimento.